segunda-feira, 25 de junho de 2012

Sobre o medo de mudar

A mulher brasileira possui um medo super bobo em relação ao cabelo. Cortar, pintar e mudar. A maioria prefere usar liso, longo e solto. É lindo ter o cabelo assim, mas também é lindo cortar as pontas, usar um acessório, fazer uma trança ou um coque algumas vezes durante a semana. É uma maneira super simples e fácil de se renovar e mudar o visual inteirinho. Só notei isso depois que me mudei aqui para a Argentina. Assim como as brasileiras, a maioria das argentinas prefere ter o cabelo liso e longo. A grande diferença está na maneira que elas usam o cabelo. Quando não usam o cabelo solto, apostam em coques, rabos de cavalo, fitas, headbands e outros acessórios. Elas também adoram usar o cabelo com aquele escabelado intencional, acho muito bonito.

Não existe nada de errado em usar o cabelo sempre igual. Cada um tem um estilo e gosta de uma coisa, é isso que nos torna diferentes uma das outras. Eu estou aqui para dar dicas e ensinar vocês a valorizarem o visual e estilo que possuem. Incentivar a tentar algo novo, e quem sabe... se apaixonar pelo novo. Eu super incentivo vocês a mudarem porque comigo deu muito certo. Tive esse medo de cortar o cabelo por um tempo, costumava ter ele longo em um corte reto que não me valorizava em absolutamente nada. Não valorizava meu rosto, minha idade e altura. Contrário ao que a maioria pensa, o cabelo longo não faz a mulher baixa parecer mais alta. Cortei o cabelo e "cresci", perdi peso e minha carinha de criança. Uma coisa engraçada é que vocês vão pensar que na foto de 2008 eu estava mais gordinha do que hoje. Mas não, eu estava pesando cerca de 4kg menos do que peso hoje. Sempre fui bochechuda e por incrível que pareça cortar o cabelo fez meu rosto parecer mais fino e delicado.

Depois de muitos anos e muitas dúvidas, eu consegui mostrar por fora o que eu era por dentro. Parece bobagem, mas cortar o realmente me transformou. Uma mudança importante como essa pode acontecer a partir de uma mudança radical no visual como eu fiz ou apenas usando um batom vermelho pela primeira vez. As vezes para que a gente se encontre e descubra o que queremos e o que é melhor para nós mesmos, é preciso arriscar. Não estou falando apenas de cortar o cabelo e cuidar da aparência para sentir se bem. Isso vale para muitas áreas na nossa vida. Arriscar no relacionamento, no trabalho, nas amizades, na vida. Agir sem medo de ser feliz. Ser quem sonhamos ser.

159 COMENTÁRIOS :

Isabella Novais disse...

e esse cabelão de 2008? nem parece, cara!

Bruna disse...

Acho lindo o seu corte de 2010 *-*

Ana Carolina disse...

sempre foi linda, mas esse seu corte de ultimamente te deixou um arraso ! linda :*

Dany Oliveira disse...

Aiiii fez muito bem. Era bonito seu cabelo longo, mas curto eh um espetáculo. Parabéns.

Vânia Francioli disse...

Mari...está lindissima com esse novo cabelo. Não que o cabelo longo estivesse ruim, era lindo tbm...mas realmente esse te valorizou mais.
E na primeira foto de 2008, parece mesmo que vc tava mais gordinha!!!
Eu to na mesma duvida que mtas mulheres tem, no mesmo medo de arriscar. Ja cortei super curto uma vez, quase joãozinho...mas a cabeleireira errou e fez uma cagadinha no meu cabelo.
Mas...cabelo cresce né.
Agora quero ver se mudo de novo e acerto!!
Mudanças...sempre trarão coisas melhores!! Faz parte do nosso amadurecimento!

Vânia Francioli disse...

Esse de 2010 está perfeito.Vou até salvar a foto pra ver se me inspiro e corto logo de uma vez!!! rsrs

Denise disse...

Mudar o visu nunca foi problema pra mim. Sempre tive coragem de cortar, pintar, blá blá blá
Mas desde janeiro, que a cabeleireira quase me deixou careca, to meio com medo de arriscar de novo xD.
O seu visu de 2010 e 2012 são os melhore :)

Vine disse...

Realmente ficou bem mais bonita! E acho que você deveria cortar de novo ele bem curtinho mesmo, como na foto que fica nessa coluna da direita. Acho que fica super moderno e que combina muito com você.

Camila Schiarri disse...

Realmente você ficou melhor com o cabelo curto, seu rosto é lindo e o cabelo longo escondia isso.
Eu nunca tive medo de mudar, tinha o cabelo MUITO grande e de uma hora pra outra raspei na lateral e logo depois cortei bem curtinho e raspei a parte de baixo inteira (quase igual o seu corte).
A verdade é que a mulher tem que se descobrir cada vez mais e experimentar coisas novas, senão nunca irá saber o que lhe cai bem. Super apoio sua atitude.

Angela Campiol disse...

ta gatona na foto de 2010!!! mas na foto de 2012 esta com mais cara de mulher! realmente mudanças sempre sao boas! :)

Diandra Oliveira disse...

Eu sempre gostei de cabelos curtos, acho mais elegante, chique, moderno, o meu tá na altura dos ombros repicado e desfiado, quero mante-lo desse tamanho para menor me sinto bem melhor com ele assim ;D

Diandra Oliveira disse...

acho perfeito os cortes de 2010 e o atual, um dia crio coragem para cortar assim rs

Andressa Aguiar disse...

Nossa, eu amo cortar meu cabelo, me renova, me faz sentir outra... E sempre digo "cabelo cresce", cortou e não gostou, é só esperar crescer, é melhor do que passar a vida toda com a mesma cara... Eu adoro o seu corte de 2010 e o atual, só mostra que você é uma pessoa bem resolvida.... Parabéns.

Jéssica Viana Barone disse...

Seu corte de 2010 é lindo! Adorei o post, este mês vou mudar!

alexandra disse...

Confesso que ainda tenho receio de pintar o cabelo mais por preguiça de cuidar da tintura do que qualquer outra coisa. Quanto ao corte, sempre mantive de um jeito bem 'alternativo'. Nunca me adaptei a cabelo longo e liso. Tanto que meu cabelo é super liso, mas com o corte fica bem mais volumoso e legal. Acho estranho gente que acha que cabelo escorrido é sinônimo de beleza. Pra mim, um belo corte é o que vale.
Ah, eu poderia comentar sobre as outras coisas que você falou, mas, hum, você já disse tudo. É sempre bom mudar na vida, mesmo.

ana disse...

como vc é bonita e que estilo parabens pelo blog

Si Machado disse...

Os cortes de 2010 e 2012 estão lindos...eu cortei meu cabelo inspirada no seu corte desse ano, só não tive coragem de fazer o under cut..mas cortei e amei!!!

Jéssica Viana Barone disse...

Quase te deixou careca? O que aconteceu? Meu maior medo é esse hauhauha

Paula Kinast disse...

corto e deixo crescer, pinto, corto de novo. cabelo cresce, não é mais pecado não ter cada fio no seu devido lugar, adoro o século XXI!

Jéssica Viana Barone disse...

Sempre penso assim também, cabelo cresce hehe

Priscila Lundin disse...

Suuuuuper post!
Sobre os cortes, eu concordo plenamente contigo. Todo mundo aqui parece nascer com a falsa ilusão de pra ter um cabelo bonito ele precisa ser looongo, e agora liso né. O que é uma completa mentira, a minha mãe até pouco tempo achava isso, só depois de cortei mais curto ela percebeu que combinou mais comigo.
Agora a tintura, nao sei não, As vezes melhora sim, valoriza o rosto mudar a cor do cabelo. Mas comigo nao deu muito certo não hahaha; Usei algumas vezes tintura mesmo e detonou muuuito meu cabelo, ai mudei pra tonalizante, nao agrediu tanto. Mas depois que parei de pintar ele melhorou muuuito, encheu mais, a cor ficou mais brilhante... Sem comparação! Tonalizante agora só daqui alguns anos e olhe lá hahaha

Stéfane disse...

nossa que diferença! seu rosto realmente mudou muito. Acho lindo o seu corte atual, mas eu acho mais bonito o de 2010, eu gosto de cabelo curto com um toque de bagunçado!

Juliana Dio disse...

Nossa você era totalmente diferente em 2008! Realmente esse corte curto valorizou muito mais seu rosto, amo seu cabelo!

Jéssica Viana Barone disse...

Quantos anos você tinha na foto de 2008 (que mal lhe pergunte)?

Jéssica Viana Barone disse...

Tinha cara de menininha :3

Luciana Araújo disse...

O corte de 2010 é o mais bonito de todos!
Bjo!

Ana Júlia Smolinski disse...

Eu sou apaixonada por esse corte que você fez em 2010. *-* Mexer no meu cabelo é o maior receio que tenho. Não queria causar grandes mudanças nele até casar, pq com ele comprido na hora de escolher o penteado teria mais opções de cortar ou não, pintar ou não. Mas fico me corroendo pra fazer algo de diferente nele >.< hihihih

Marina Oliveira disse...

Eu usei o cabelo no ombro por um tempão, e só tive coragem de cortar joãzinho quando vi o quanto ficou bom em vc, aí depois que eu vi que era a minha cara me lamentei por não ter feito o que eu queria há mais tempo haha

Damiana Gomes Dermopigmentador disse...

Disse tudoooooo!

Giulia Gamba disse...

É exatamente isso! E você mostrou tanta beleza nessas mudanças que eu tive essa coragem de mudar tb! :-) sempre tive cabelao, e agora cortei nos ombros... Me sinto tão diferente! Mas de forma positiva... E grande parte da confiança e vontade de tomar essa atitude partiu de observar seu blog, e à mim mesma... Agora to combinando bem mais com essa fase da minha vida! :)

Laura T. Longo disse...

Adorei o texto, concordo com tudo... Realmente, cortar o cabelo te deixou com cara mais madura e menos menininha. É isso que eu acho de todas as mulheres com cabelo curto. Elas passam atitude e confiança, e é isso que torna uma mulher um "mulherão" hahahahaha. Adorei o de 2010, nunca tinha visto!

Gabi Ribeiro disse...

Mari, o cabelo curto fica mto mais bonito em vc!
O seu cabelo é mto bonito, e tbm fica bonito qdo está comprido, mas com cabelo curto vc parece mais nova, mas segura e mais confiante!
Cortar o cabelo mudou a minha vida, em vários momentos. Quase todas as grandes mudanças q eu vivi foram seguidas por cortes de cabelo drásticos!
Depois de 2 anos de cabelo curto, estou deixando ele crescer. Tem mais a ver comigo na atual fase
;)

Sara Monteiro disse...

Quase chorei com o final do texto.


Isso é tão verdade que chega a doer, eu mesma não tenho coragem de muita coisa, um simples cortar de cabelo, uma maquiagem mais forte, um look super colorido..enfim.

arriscar é bom, traz mais confiança, mais emoção a vida em vários sentidos!

Preciso ter mais coragem de fazer as coisas isso me torna menos vulnerável!

Valeu Mari, esses teus textos faz com que a gente pare um ponto para pensar e se olhar mais!

:D

beatriz disse...

AMEI você de cabelo grande Mari! :D mas voce também fica bonita de cabelo curto, seu rosto é fino e os traços também o que super combinam com o cabelo curto e vice-versa! Eu já tive cabelo curto, agora estou de cabelão, confesso q tinha mt menos trabalho com o meu cabelo curtinho mas.. estou aproveitando a fase do cabelão! Adorei o post.

Larissa disse...

Achei engraçado esse post. Na verdade, uma estranha coincidência, porque desde o ano passado eu quero cortar o cabelo curtinho e sempre adiei a vontade por medo do que os outros iriam falar. Ontem fuçando aqui no seu blog vi uns cortes apaixonantes e decidi, agora que estou de folga da facul vou aproveitar e passar a tesoura nas "desde sempre" longas madeixas.
Enfim o que mais me encorajou foi o seu corte de cabelo, pois aparenta ser fino, que nem o meu, aí pensei "por que não? Sempre quis mesmo". Acho difícil, mas se eu enjoar só deixar crescer.
Ah! E parabéns pelo blog, esta muito bom (visito todo dia :D)!!

re disse...

Mari, amanhã meus pais estão indo para Argentina, e como uma boa amante de moda gostaria de algumas dicas para comprar óculos de sol, bolsas étnicas e tal.... Tem alguma loja para indicar? e outra duvida, na rua florida, ouvi dizer que tem bastante barraquinhas, será que dá pra achar coisas legais?
muito obrigada desde já e beijosss

Vânia Francioli disse...

Verdade Paula...cresce mesmo!! Hoje em dia está super na moda e além do que fica super estiloso!!! Basta acertar no corte!!

Aninha disse...

Ameeei o post! Acompanho o blog desde o comecinho e me identifico demais com seu estilo em muitos aspectos, inclusive nossas vidas são cheias de coincidências! rs... Só me falta a coragem de cortar o cabelo assim, na verdade tô na fase de cultivá-lo agora, pois cortei acima do ombro em 2009, quase como o seu também em 2009, mas mais curto atrás... agora ele tá grande e quero inovar nas cores! acho válido tudo que foi dito no post! ;) você é ótima e o blog é um sucesso!

Fernanda Petrus disse...

É realmente dá um tremendo medo da mudança, eu detesto cortar o cabelo, mas ja usei ele curtinho e não gostei mesmo! Mas vivo fazendo coques e tranças, o que super valorizam um cabelo longo, mas meu sonho é pintá-lo de loiro bem dourado! Acho lindo demaaais, mas como uso química no cabelo fica meio impossível preciso escolher entre um ou outro.. Ficar com ele natural não da.. ele é muito rebelde, não adquire forma e eu fico com um leão hahahahah seério!
Mas enfim, como já comentei, se eu não ficasse parecendo 10kg mais gorda eu cortaria o cabelo curtiíssimo para experimentar.. mas sei que não daria certo.. então continuo admirando sem poder ter.. é assim né? a gente não tem tudo o que quer!

Thais Maroneze disse...

Sempre fui muito resistente com mudanças nos cabelos, lembro de uma postagem antiga sobre cabelo que a Mari dizia "cabelo cresce". Então, decidi fazer umas luzes bem discretas e me aventurei algumas vezes em cortes nada muito radicais, acho bacana quem tem essa vontade de mudança, quem não tem medo do novo, talvez um dia eu seja assim...

prisicla disse...

olha só, eu amo cabelo curto e só o uso assim desde há alguns anos. às vezes deixo crescer um tiquinho, mas ele curtinho também me deu altura e, melhor, pude ver os ângulos do meu rosto como nunca antes. não tenho medo de mudar. pelo contrário, adoro! e quando a gente corta o cabelo, parece mentira, mas a gente muda atitude, jeito de se vestir.

Fernanda Petrus disse...

Ps: os dois ultimos cortes são melhores mas casa um representa caracteristicas diferentes. O de 2010 diria que está mais sexy e a de 2012 está mais meiga.. hahaha linda!

Melissa Souza disse...

Nossa q diferente vc de cabelão :o hahaha gosto mais d vc de cabelo curto,acho q fica supeeeeer bem em vc cabelo curto,é mto lindo em vc *-*

Nai Carvalho disse...

Acho lindíssimo cabelo curto, mas sempre usei o cabelo longo ou médio, e apesar de ter um dread eu cultivo esse tal medo de mudança radical. Quem sabe não realizo o desejo de tê-lo curto?! Você combina muito com o cabelo curto. Ele transmite sua personalidade fashion e te passa um ar de muita segurança :)

Ana Luiza Timm Soares disse...

Amei, AMEI o texto, Mari!
E me identifico totalmente com o que falaste sobre o "encontrar o eu" ao cortar o cabelo. Sou tão mais feliz hoje... =)
Beijão, queridona!

Sandra Ferreira disse...

A diferença é mesmo gritante, a foto de 2008 parece uma pessoa comum, a de 2010, uma pessoa única.

Luana Lacerda disse...

Eu já tive cabelo curto a minha infância inteirinha, e de certa forma não gostava de mim daquele jeito..rs Mas é difícil fazer uma mudança , mas esse ano decidi mudar e pintar meus cabelos loiros e virgens de ruivo, e todo mundo adorou e eu também, claro q as vezes dá vontade de radicalizar, cortar bem curtinho assim igual ao seu e pintar de um loiro platinado que acho lindo, mas morro de medo, mas sei q é bobagem pq cabelo cresce, e o meus cresce muito rápido!rs Mas guria vc em 2008 parece outra pessoa, eu acho q eu tenho a mesma cara desde que eu tinha 13 anos..ahuhauah mas vc fica melhor de cabelo curtinho mesmo!

Luísa disse...

Eu sou super pró, acho que mudando é que vemos o que estava certo ou errado. Isso é em relação a tudo. Meu cabelo é reflexo disso... de um ano para outro, quem não me ve nesse período, sempre vai encontrar uma Luísa diferente.
Mas claro, requer confiança e desapego e confiança no incerto, do cabelo ou até do curso da universidade que tu quer trocar... são escolhas né....

Piera Lobo disse...

Cortar o cabelo é uma frase que as brasileiras morrem de medo. Não sei porque, é tão mudar, lógico que talvez uma mudança muito radical cause impacto demais, mas fora isso um corte alí, um acessório.. é sempre bem-vindo. Concordo com sua opinião, Mari. E acho que você combina com os dois cortes de cabelo, mas sim o cabelo comprido (em mim também) deixa você com carinha de criança. Acho que o corte curto te deixou mais séria, e muito mais bonita. E claro valorizou teu rosto.

Piera Lobo disse...

é tão bom mudar**

Jakeline Machado disse...

A-D-O-R-E-I! li isso no momento certo, eu acho lindo cortes diferentes e ousados, mas nunca me encorajo a fazer um, por medo e por não ter tempo para cuidar dele, já que cabelos assim exigem alguns cuidados a mais, só que venho pensando muito em fazer algo realmente diferente, apostar naquilo que acho bonito em mim... esse post veio na hora certa! cabeleireiro marcado para sábado, vamos ver no que vai dar.

Luiza disse...

40 mil vezes melhor de cabelo curto!!!

Paty Abreu disse...

E a vida e feita de escolhas, que as vezes fazem a diferença... mudar.. e uma delas eu ja tive tantos estilos de cabelos mais hj estou de cabelo curto e vermelhado, e vi que o cabelo curto tem suas vantagens... vc mudou muito mesmo... e para melhor... continue dando dicas... por adoramos...

JessicaTome disse...

Mari do céeeeu!! Nao deixa mais o cabelo crescer não, voce ficou liinda assim!!! Vc tem consciência disso eu sei, hehe ainda bem :)
adorei ^^
quero mudar, primeiro eu pintei \o/ daqui a pouco eu corto, quem sabe...fraço uma franja louca :)

Andresa Vaz Freitas disse...

Isso msm Mari... precisamos estar em um constante processo de mudanças e o mais principal, ser quem realmente somos. A aparencia dura pouco... a verdade é que prevalece e isso influencia no seu modo de vivier, nas suas atitudes, em TUDO!
Muito bom o texto e a mudança que vc teve realmente foi radical, mas ficou muito bem pra você!
recentemente cortei meu cabelo tbm e agora quero cortar mais, mais e mais! hehe


Beijos

Ligia disse...

Precisava muito ler isso hoje! Estou passando por um momento onde quero e preciso mudar, mas tenho medo! Obrigada pelas palavras. :)

Feufa Maciel disse...

Mudar é muito bom. Depois que pintei meu cabelo todo percebi como é bom estar e ser diferente. E ainda quando raspei a lateral, foi mais legal ainda. E olha que não é muita coisa, pois o cabelo cobre, mas já da um super impacto quando você mostra, a mulher ter o cabelo raspado geralmente nunca é bem visto, todo mundo fica muito espantado, é engraçado ver a cara das pessoas. E daí? É o meu cabelo, não é? ;) A maior surpresa foi a minha mãe, ela simplesmente adorou o corte, a cor... E seria a primeira pessoa a "brigar"... Assim como foi com a tatuagem, esperava uma reação totalmente diferente, mas não, ela viu e não parava de elogiar. Seu cabelo comprido era lindo, mas sem dúvidas, curtinho fica muito melhor para você, realmente valoriza seu rosto delicado, e ainda assim, parece mais mulherão! Acho que como a maioria das pessoas deve ter falado, o corte de 2010 é o mais lindo, esse franjão deixa teu rosto com um desenho lindo. Deve dar um trabalhão para cuidar dessa franja, mas acho que vale o esforço para nos sentirmos sempre bem com nosso cabelo e aparência. ;)

Sara Silva disse...

aqui em Portugal as mulheres também têm muito receio de cortar o cabelo, como se fosse algo permanente! e em alguns casos é mesmo incompreensível porque o corte aborrecido, recto e risco ao meio não favorece a maioria das pessoas.
no teu caso a mudança é incrível, não tem nada a ver o 2008 com o 2012, estás muito melhor assim, o teu rosto até parece mais elegante! parabéns :)

Vanessa disse...

caraaaaamba Mari! Não parece você, tá muito diferente, rs. Você fica maravilinda de cabelo curto <3 Eu sinceramente acho que cabelo curtinho não fica bem em mim. Já cortei bastante, não tão curtinho como o seu, mas ainda assim curto e deu trabalho viu, tava louca que crescesse, daí o medo de me aventurar num corte como o teu, que é a tua cara pra sempre!! To querendo me arriscar é na cor mesmo, ruivo Júlia Petit ou loiro platinado hahahahahahah. O medo não é nem da mudança, é de detonar deeeeeeemais o cabelo ou no caso do loiro, ficar com aqueles loiros feios sabe... Só sei que quero fazer uma mudança nesse meu cabelo.

Fernanda Droescher disse...

Tô chocada! Nunca conseguiria imaginar vc como na foto de 2008! Acho que eu não fazia idéia de que um corte de cabelo poderia mudar tanto uma pessoa! Mas o mais interessante não é nem que um corte é mais bonito que o outro, é que o cabelo curto transparece e combina (pelo menos é o que parece!) muito mais com a sua personalidade! Engraçado isso....
Sem falar que esse apego que algumas pessoas tem com o cabelo é uma coisa tão estúpida que elas nem se dão conta de que estão deixando de ficar mais bonitas pra cultivar um cabelo...tipo, se vc não corta o cabelo por medo de ficar feia, ficar com um cabelo sem graça, sem corte, sem cuidado não faz muito sentido, né?! Eu (ainda) tenho o cabelo comprido, mas comigo foi o contrário, sempre amei cortar o cabelo, deixei ele crescer depois dos 20 anos, mas eu sempre me preocupo em estar variando, nem que seja a franja, um repicado....tem que mudar, né?!
Ah, contrariando a maioria, achei o corte de 2010 super fashion, mas o de 2012 acho mais madura, mais moderna, sabe?! Tá linda, Mari, e parabéns por mudar! ODEIO GENTE ACOMODADA, ODEIO (vou fazer uma campanha!!! hhahahaha)

Mari Figueiró disse...

18 anos!

Taciana Bovo disse...

Definitivamente vc é corajosa! rsrsr Vc tem o rosto super bonito! E realmente ficou bom! Eu não conseguiria fazer isso! Meu cabelo é muito ruim! :(
Bjs

Juliana disse...

Meu marido, na época namorado, comentou comigo sobre a possibilidade de eu cortar o cabelo curto. Na época levei algum tempo pra me decidi, tive medo também, acredito que o medo é normal. Minha cabeleireira sempre lembra do dia em que cortei o cabelo curto pela primeira vez, não posso negar que foi um choque ao me ver com o cabelo curtinho, eu realmente fiquei bem assutada. Mas hoje nós duas rimos juntas lembrando da cena! Eu acredito que através do meu cabelo demonstro minha personalidade, até porque as pessoas comentam "ah, aquela menina do cabelo rosa, do cabelo diferente" e acabei me redescobrindo também. A cada corte novo eu me encorajo a "radicalizar" mais e isso é muito bom!

Iriadne Vieira disse...

Humm eu sou uma dessas que tem medo de mudar!! :/
Meu cabelo é longo e cacheado e atualmente está no melhor momento, quando mais nova só usava o cabelo preso em rabo de cavalo!! Hj pelo menos me livrei de frescuras e não ligo de usá-lo solto e cheião, sempre uso acessórios e todo dia estou com ele de um jeito diferente, masssss ainda não consegui cortar muito, só tiro pontas, e tb não pinto faz uns 9 anos!!
Acho que depois que parei de pintar vi uma grande melhora na aparência dele, qnd adolescente já pintei de todas as cores possíveis!!
Mas já está começando a aparecer uns fios brancos e tb estou louca pra fazer um ombre hair, então logo em breve vou jogar uma tinta nele hahahah... bjim e parabéns pela coragem!!

Aline Drum disse...

Muita legal esse post Mari... nos encoraja a mudar, pois as vezes somos tão relutantes a mudar e essa mudança muitas vezes iria nos fazer tão bem... E outra coisa é a enorme diferença em relação a sua aparência, vc fica 10000 vezes melhor de cabelos cuto mesmo... parece outra pessoa.. hehehehe
Bjo

Daniele Garcia disse...

Nossa, que diferente. Vocês está mais bonita hoje.
Mudar sempre da um pouco de medo, ainda mais em nós mulheres.
Mais as vezes é preciso, pois acabamos enjoando da nossa própria imagem.
Já tive cabelo bem curto, hoje sei que não cai bem, melhor deixar mais cumprido rs.
Bjo ♥

Sandra Lucena disse...

Adorei o post! Estou no caminho inverso! Sempre usei cabelos curtos/médios e agora estou deixando crescer...

Andreza disse...

Nossa, passei por esse mesmo dilema, desde criança sempre tive um cabelo longo, liso e bem preto, a unica coisa que minha mãe mudava ou deixava eu mudar, era a franja, cortei ele curto pela primeira vez, quando tinha 21m anos, minha mãe foi viajar e levou minha filha junto(que tinha pouco mais de um ano), e eu resolvi cortar e fazer uma surpresa, quando elas voltaram, minha filha quase não me reconhecia, achei super estranho, pois ele não estava tao curto quanto é hoje,
e penso em deixa-lo crescer de novo, mas so de pensar no trabalhao de ter um cabelo longo, ja estou procurando um novo corte, e meu marido super apoia, acha que fico mais feminina, aparentemente mais jovem e como ele diz mais linda( ehehheheh)...

camila disse...

Haaaa o 2012 é o mais lindo de todos .... eu preciso de umamudança, mais mudança em tudo, em mim, por dentro tbm, p me conhecer ....ja usei o cabelo proximo ao seu, mais hoje uso enorme, ((mais é aplique , nao conta p ninguem kkkkkkkkkkkkkk)) e qnd for tirar ja to pensando em como vai ser de novo ter ele curto aiaiai, mudar essa é a palavra de ordem !
bjs linda

camila disse...

Haaaa o 2012 é o mais lindo de todos .... eu preciso de umamudança, mais mudança em tudo, em mim, por dentro tbm, p me conhecer ....ja usei o cabelo proximo ao seu, mais hoje uso enorme, ((mais é aplique , nao conta p ninguem kkkkkkkkkkkkkk)) e qnd for tirar ja to pensando em como vai ser de novo ter ele curto aiaiai, mudar essa é a palavra de ordem !
bjs linda

Letícia Matos disse...

Eita essa foto de 2008 é no Royal Tulip em BSB amo esse pier!! Verdade liso, longo e solto é preferência nacional, eu no auge dos meus 26 e com 2 filhos o maridão disse que não combina nenhum corte em mim, disse que ama meu cabelo como está! Mas uma linda xará que tem o cabelo exatamente como o meu, tb é mamis e casadona "radicalizou" e fez uma franja estilo menina, amei e vou aderir, quero parecer mais novinha também rsrsr, vou tentar, ele vai crescer novamente mesmo ;)

Patricia Carravetta disse...

Muito legal!
Por 8 anos tive cabelos curto, fiz muitos cortes de cabelo!
Os dois mais radical, foi cortar moicano e raspar todo cabelo a maquina a n°3, foi de mais!
Mas com todos os elogios também veio as críticas porque eu não era padrão as outras mulheres com seus cabelos longos esvoaçantes!! (nada contra)
Foram 8 anos fascinantes, minha mãe que o diga!! kkk
Hoje em dia tenho cabelos comportados pelos ombros, estou na luta para ver eles longos!


Tem que ter atitude e não ter medo de estar diferente da maioria das mulheres,o que vale é se sentir bem!
Parabéns pelo blog!

Jéssica Viana Barone disse...

Muito lindinha =)

Jéssica Viana Barone disse...

Que coragem de raspar hein!

Jéssica Viana Barone disse...

Acho bonito cabelo raspado em mulher também, mas depende da pessoa e do estilo né ^^

Julia disse...

Mari, tu fica linda com qualquer corte... Mas realmente, acho o curto muito mais a sua cara... Eu acho que eu devo estar muito sentimental ultimamente (com razão, meu namoro acabou semana passada) mas tu posta sobre essas coisas nos motivando, e acho ótimo! Muitas vezes não encontramos essas dias nos amigos, ou família (que ainda bem não é meu caso) e é muito interessante ver que alguém que está do outro lado do computador possa se importar assim com a gente! Parabéns, Mari! Amo seu blog! ♥

Julia disse...

é MUITO bom se sentir diferente! Parabéns pela coragem Patricia :D Não é qualquer pessoa que consegue..

Julia disse...

Mudanças são necessárias para nos conhecermos mesmo :)

Julia disse...

Legal saber a diferença das mulheres de outros países e como elas cuidam de seus cabelos... :D

Julia disse...

Tô na mesma, Ligia! O Oh, Fashion! tem sido meu conselheiro! Hahaha

Julia disse...

Isso, Larissa! Não dá tempo para o arrependimento! Vai lá e faz, tenho certeza que vai gostar, por que era o que tu queria :)

Julia disse...

Sara, eu tive muita vontade de chorar no final do texto também, por que além da mudança estética, temos muito medo de mudar a nossa vida por pura comodidade e medo, senti como um "tapa na cara" amigo... Pra levantar e seguir em frente!

Navilouca disse...

Mareeeeeeeeeeeeeeeee, a melhor coisa que vc fez da vida foi cortas as madeixas ! Te deixou mais feminina, mais confiante e fez seu rosto se destacar mais, ficou realmente lindo ! Você ficou parecendo mais adulta, mas sem perder a jovialidade ! Amo o seu corte de cabelo, acho super moderno ! Beijão ;*

Jéssica Viana Barone disse...

Mari, tem algum corte que você queira usar depois desse que você usa?

Mari Figueiró disse...

Por enquanto não...

Liara disse...

Esse blog me surpriende a cada dia! Acho muito bacana as dicas que você dá Mari, e não são só dicas de produtos nos quais precisamos/podemos comprar, são dicas de comportamento, atitude... você se torna uma amiga virtual de todas as suas leitoras.
Tenho um cabelão, e depois desse post deu ate vontade de radicalizar no visual!
Parabens Mari, você ficou muito mais bonita e estilosa com o cabelo curtinho!

Amanda Fonseca disse...

O cabelo curto te deixou mtooooo mais linda, estilosa! O cabelo longo parecia não ter a ver ctgo!
Eu uso o meu curto faz quase 4 anos, e todo mundo que vê a minha foto antes do casamento elogia o meu cabelo comprido (na altura do ombro, pra mim já é comprido! heheh). Mas parece que não tem nada a ver cmgo hoje!
A impressão que dá, é que o cabelo curto libera a gnt, a gnt pode ser o que quiser! Será que é doidera minha???


Bjão

Vânia Francioli disse...

Que coragem heim Patricia!!! Não é todo mundo que tem essa coragem de raspar o cabelo!!!
Mas dependendo do rosto, do estilo e do gosto...pode ficar super legal!!!
Eu as vezes tenho vontade de "super" radicalizar, mas meu rosto é mto redondo...sei la.

Caroline Wilk disse...

Apoio total Mari, ótimo texto motivacional... concordo com tudo! Eu realmente não tenho medo de arriscar no visual e vejo que muitas pessoas saem perdendo apenas por medo. O novo muitas vezes assusta, mas como saber se não tentar?

Vânia Francioli disse...

Nossa Andreza....que surpresa para sua filha heim!! Mas ela era novinha??
Eu tenho vontade de cortar bem curto e pintar...sou super fã do corte da Giovanna Antonelli, da novela que ela fez e ficou loira de cabelo super curto.
Mas tenho medo da minha filha de 2 anos estranhar e me tratar de outro jeito...rsrs
E cabelo comprido da trabalho em casa né...tem que manter sempre hidratado, senão logo percebe que está desidratado.
Agora os curtos da trabalho de ter que ir no salão sempre pra aparar....bom ter uma amiga cabeleireira nessas horas...huahuaahuha

Vânia Francioli disse...

Falou tudo Fernanda!!! Algumas pessoas realmente ficam cultivando um cabelo, por varios anos e nem cortam as pontinhas. E da pra ver que tem alguns que ficam opacos e sem vida por conta de não cortar absolutamente nada. Acho engraçado que algumas que seguem determinadas religiões, tem aqueles cabelos enormes, viram tipo escravas disso. E acabam escondendo um rosto tão bonito por detrás de um cabelão que a religião não deixa cortar....triste. Respeito a opinião de cada pessoa, mas acho triste :(


E vamos fazer uma campanha para os acomodados de plantão....hihihihi

Vânia Francioli disse...

Olha que legal Marina....eu depois de ver a coragem da Mari tbm fiquei com vontade!!
Na verdade minha sobrinha começou primeiro e ficou ótimo pra ela.
Então me encorajou de fazer a mesma coisa....
Eu espero que seja a minha cara tbm...rsrsrs

Vânia Francioli disse...

Nossa Mari....tinha cara de mais novinha!!!

Bia Medeiros disse...

Nossa, você realmente era diferente quando tinha o cabelo grande. Eu comecei a mudar o cabelo em 2008, quando eu tinha 13 anos, até então sempre tive cabelo grandão. Cortei mais ou menos do tamanho que você cortou em 2009 e depois cortei mais curto (tudo no mesmo ano!). E depois disso foi só tintura e deixei crescer. Quando foi ano passado cortei curtinho de novo, e esse ano cortei de novo rs Queria cortar curto que nem o seu, mas minha mãe não deixa :( Atualmente, meu cabelo está mais ou menos em cima do ombro. Sendo que agora eu dei uma parada nas tinturas, pois estava ficando muito estragado. Nem aguento mais minha vó dizendo "moça bonita é moça de cabelo grande" Ah vá! rs Achei o teu corte mais bonito agora, não sei se é porque estou acostumada a te ver nas fotos assim, ou sei lá.


Beijo, Bia
http://garotasediamantes.blogspot.com.br

Priscila Zanini disse...

Realmente curto te valoriza muiito...gostei mais do de 2009 pra frente...

Tamii Mayara Terhorst disse...

Adorei o texto Mari !

Neste ultimos dias meu marido sofreu um, acidente e está no hospital estava lá com ela até agora (saudades do blog) e é preciso arriscar mesmo... hj estou ao lado dele e amando muito (ele é mais velho do que eu = preconceito bobo) e as pessoas no hospital olham meio torto e eu estou conseguindo me superar nao tendo vergonha nem nada.
Eu arrisquei em cortar curtinho durante anos e fiquei muito melhor tbm ... tive essa inspiracao vendo fotos no blog. <3

Ingrid Jucá disse...

Cortar realmente transforma. Eu era do clube do cabelão também, até cortar Chanel com aquelas pontas na frente, todos adoraram! Depois fui pra franjinha, o repicado (que fica ótimo bagunçadinho), etc.. E me descobri, coloquei pra fora a Ingrid que se escondia. Hoje, voltei ao cabelão, mas deixei ele super natural, nada de liso, tá estilo "acordei e não pentiei" e mesmo assim ainda gostam (principalmente meu namorado hehe) e vivo de coque, trança, até porque aqui em Belém o calor é infernal e um cabelinho amarrado alivia muuuito.
Ficas linda com cabelo curto, mostra mais teu rosto que é de boneca, combina bastante contigo, mais que o cabelo longo.
Parabéns pelo blog, é MARA!

LuizaMoraes disse...

que difereeeeeente de cabelo longo Mari :ooo
E sim, a brasileira é a mais medrosa no quesito mudar !

Vânia Francioli disse...

Nossa Tamii....melhoras pro seu marido!!! Sei como deve ser dificil, alguem que a gente tanto ama estar passando por uma situação ruim né. E deixe os olhares maldosos das pessoas de lado, o que importa é o que vcs sentem um pelo outro. Eu tive uma amiga que era casada com um cara mais velho tbm, e deram super certo. Idade não importa...importante mesmo é ser feliz!!!


Jéssica Viana Barone disse...

Eu tbm tenho um problema com meu rosto, mas o contrário, é muito fino :/

Andreza disse...

Siim Vania, ela tinha pouco mais de um ano, foi bem estranho, mas logo se acostumou, faz uns seis meses que pintei de vermelho, e todo mes mudo o tom, para achar o que mais gosto, mas tbm adoro aquele corte da Giovanna Antenolli, e estou pensando seriamente em pintar como era o dela, estou procurando um tom de louro bem legal....fazer o que, vamos mudar de novo!!!!

Nicole Oliani disse...

Semana passada postei no face meus cortes de cabelo, e nossa, foram muitos. Amava quando ele era todo cacheado (e aproveitei tbm a época para colorir, tive uma faixa por dentro do cabelo em vermelho, e com os cachos ficavam lindas *-* depois fiquei loirina rs), depois comecei a cortar, ai foram muitos cortes, amei e aproveitei cada um deles, e hoje, estou a quase um ano com ele curtinho :) Mari, você inspira todas nós *-*
- WE LOVE U haha

Gabi disse...

2009 = irmã gêmea da malu magalhães o.o
2010 = corte lindoooooo, apaixonante


muito legal seu texto mari, parabéns ;)

Vânia Francioli disse...

Amiga...fino é mais facil do que cheinho né...rsrs
Qualquer corte fica bonito, mas rosto grande tem que esconder um pouco, tem que acertar no corte, para o rosto não ficar maior ainda...hahaha

Vânia Francioli disse...

Ah que coragem pra mudar de tom todo mes né....eu não consigo, acho que da trabalho...rsrs
Mas é uma ótima ideia pra poder descobrir o que mais combina né. A Joyce do blog Gostei e Agora sempre muda a cor...nem parece a mesma pessoa.
Esse corte e cor da Giovanna Antonelli adoroooo....mas preciso achar alguem que acerte esse corte e cor.
Minha filha toda vez que vê alguem de cabelo curtinho, fala que é mamãe...deve ser um sinal...hahahaha

Eduarda Alberto disse...

O bom de cortar o cabelo curto é que inevitavelmente, por medo de parecer masculinizada, comecei a me cuidar mais. Creio que isso aconteça com todas que cortam curtinho pela primeira vez...
Eu não saia de casa sem um brinco, cuidava mais da minha pele, enfim... Cuidava mais de mim!
Peguei vício em mudar agora, e ao contrário do que a maioria pensa: tem sim como mudar o visual mesmo tendo o cabelo curtinho. E foi o que fiz, mudei o corte tradicional pra passar máquina na lateral, e sempre inovo nos cortes :)
Como você, não me arrependo nada de ter mudado radicalmente, cabelo longo nunca mais!

Eduarda Alberto disse...

Só pra completar, que eu me esqueci: Você fica muito melhor com cabelo curtinho mesmo, principalmente o de 2012. E é como eu disse no comentário anterior, dá pra perceber que sua vaidade aumentou bastante depois que cortou as madeixas!

Sara Monteiro disse...

Com certeza.
A comodidade até então nos traz a certeza da coisa, mudar é arriscado e causa medo, insegurança!
Mas é preciso ter força seja em qual for o sentido da mudança, arriscar traz mais vida, mais brilho nos olhos!

Calipso Careline disse...

Mari admiro demais sua coragem de se libertar desse preceito da nossa cultura, dos cabelos longos... tbm tinha medo de cortar e ficar feia, desprotegida. Aos poucos fui diminuindo minha cabeleira e hoje sou a orgulhosa dona de madeixas curtas e tingidas de laranjado bem vivo... Espero que um dia todas as mulheres achem sua propria personalidade, nao so capilar, mas nas diversas areas da vida

QuedmaAlmeida disse...

Noooosssa! em 2009 seu cabelo tava liiindo ♥, mais agora em 2012 tá mais lindo ainda *-*

Alice Silva disse...

A coragem eu tenho...me falta um domador de tesouras!

Maria Fernanda Guegs disse...

Na minha opinião, a tua melhor época é a de agora mesmo!
Tudo que você usa te valoriza, o corte, a make.
Estar bem é bom demais!


Eu sou meio cagona pra corte, mas pra cor sou destemida.
O corte é complicado pra mim porque dependendo como for viro um leão, por causa do cabelo enrolado.
Mas legal o post Mari, encorajador mesmo!
Beijos, está sumida aqui nos comentários!

Maria Fernanda Guegs disse...

Concordo.
Ela tá mais lindona agora!
Parece que se encontrou mesmo ;)

Maria Fernanda Guegs disse...

Hahaha Mallu? Não achei. As duas são lindas de morrer mas bem diferentes.

Maria Fernanda Guegs disse...

Ai fica sem saber né?
O que pra mim, é pior do que fazer e não gostar ;)

Maria Fernanda Guegs disse...

Eu também acho isso.
De cabelão parece que nem é ela...acho que talvez porque a gente acostumou a ver sempre curtinho aqui...

Maria Fernanda Guegs disse...

As vezes eu tenho vontade de raspar :x
Será que sou só eu?

Maria Fernanda Guegs disse...

Parabéns pela coragem!

Maria Fernanda Guegs disse...

Ih, agora eu já sei! HAHA

Maria Fernanda Guegs disse...

Hehehe não deixa de ser uma mudança.
Boa sorte nessa nova etapa ;)

Jéssica Viana Barone disse...

de raspar não, mas cortar a la Emma Watson talvez

Maria Fernanda Guegs disse...

Eu também só usava rabo de cavalo.
Agora eu uso bem mais solto e pra trabalhar coquezinho.
;)

Maria Fernanda Guegs disse...

Minha amiga mora em Portugal e me diz a mesma coisa...
Ela é do Brasil então tem um estilo mais descolado ;)

Maria Fernanda Guegs disse...

Olha o resumo de tudo aqui. Isso mesmo Sandra, concordei!

Maria Fernanda Guegs disse...

O de 2010 tá toda sensual hehehe
Gosto mais do de 2012 ;)

Maria Fernanda Guegs disse...

Ah, se eu tivesse um cabelo fininho assim.
;)

Jéssica Viana Barone disse...

Eu também, e geralmente a cabelereira diz "aii mas pra que quer fazer isso?" aff

Maria Fernanda Guegs disse...

Gente, tô ficando com vontade de corta HAHAHA

Maria Fernanda Guegs disse...

Também achei...
Cara de baby ;)

Maria Fernanda Guegs disse...

OMG. Cortou demais?

Dri Ray disse...

Ai ja tive uma fase que mudei bastante, a mais dramática foi quando eu sai do preto longo , pra um chanel loiro, não faco tantos cortes malucos fico mais no básico,mas adoro fazer mechas e luzes , agora estou morena, mas ja estou com umas ideias de trocar de cor, e esse post ta me animando e muito , pq sempre eh bom poder se reinventar sendo nos mesmas!

Sara Silva disse...

sim, é verdade! as pessoas têm medo de arriscar, então passam a vida inteira com a mesma aparência. acho isso tão aborrecido...

Damiana Gomes Dermopigmentador disse...

um bom começo para mudança de vida(para as mulheres) é sempre o cabelo camila,intaum mude sem medo!
;)

Carolina Torres disse...

Tu tá incrivelmente linda na foto de 2010! Mt ousada

Camila Zorzetto disse...

E se, eu que tenho o cabelo enorme cortar e não ficar legal? haha vai mais uns 5 anos pra crescer de novo!
Você está linda na foto de 2010 e 2012! o curto combina muito com seu rosto!!

Mayara Reis disse...

- O corte de 2010 tá maravilhoso, Mari.
Eu entrei num processo de 'encurtamento' há pouco tempo. E tenho que dizer uma coisa: Quando a gente corta um cabelo acha que vai ficar feio, que vai demorar anos pra crescer de novo, tem medo da desaprovação masculina (que geralmente preferem cabelos longos) entre um montão de outras coisas. Mas cortar o cabelo, na maioria da vezes te dá mais confiança. Quando descobri o cabelo curto já pensei em qual seria o próximo corte mais curto ainda. E tirar o foco da feminidade da mulher só pelo cabelo é ótimo. Mulheres de cabelo curto, ou muito curto podem sim ser sensuais, femininas e delicadas. (:

Julia disse...

Com certeza... Mas é preciso muita coragem! :)

Adriana Oliveira disse...

Eu faço parte do time das que não tem medo da tesoura!
Já tive beeem comprido, beeem curtinho, e agora aderi ao undercut.
Eu recomendo, afinal, como dizem... 'cabelo cresce' rsrsrs

Patricia carravetta disse...

Obrigada meninas!
foi muita vontade e coragem sim, lembro que na época eu e meu marido estavamos de cabelo raspado!
abraços!

Jéssica V. Q. disse...

Também era do tipo que morria de medo de meter a
tesoura e cortar de verdade o cabelo ao em vez de só as pontinhas.
Sinceramente? Depois de mto pensar, arrisquei e me joguei, cortei um Chanel
mediano, tocando os ombros, depois um novo Chanel que deixa a minha nuca à
mostra e aí fui, sem medo de ser feliz porque convenhamos, cabelo cresce de
novo! Não tem porque ficar se agarrando a algo bobo assim. Pra ter uma ideia o meu corte me deixava c/ uma aparência tão infantil que
achavam que eu tinha no máximo 14 anos,sendo que eu tenho 18!!! Pode uma coisa
dessas?! Cortei e o corte fez jus a minha idade além de ter me deixado mais
feminina e com àquela sensação de leveza que só um corte curtinho e tão pratico
poderia me dar.

Recomendo a todas porque ter um cabelo comprido lá nas costas mas que não sabe
inovar,que não te valoriza em nada, não é uma coisa boa. Fica aquela coisa
padrão sab? Liso e escorrido. Toodo mundo igual. Tem coisa mais chata? :B

A mulher brasileira tem que aprender a aceitar mudanças e principalmente
aceitar o seu cabelo natural, aquele enrolado/ cacheado, volumoso e tão
charmoso ao em vez de meter a chapa / química e ficar igual à todo mundo.Ah, e amei a trajetória dos seus cortes.

Vânia Francioli disse...

Falou e disse!!! Não adianta ter um cabelão lindo e comprido, mas um rosto que não esteja combinando com ele né. E é o que todo mundo tem, cabelão comprido e liso. Quem tem enrolado...alisa e por ai vai. Hoje em dia não vi mais mulheres que enrolam os cabelos. Se eu pudesse teria curto e enrolado....e só tive cabelão uma vez....pq trabalhei um ano em uma fabrica que usava 3 toucas no cabelo para não cair nos alimentos. Aí eram 12 horas de serviço, então era serviço casa, casa serviço. Aí acabei esquecendo do cabelo e ele foi até o meio das costas. Não tenho saudades desse cabelão não....curto é mto mais pratico de arrumar, lavar e hidratar.
Acho que nunca mais terei cabelo comprido de novo.

Andreza disse...

Sempre acompanho o blog dela, acho super legal...e nem parece a msma pessoa msmo!!!!e encontrar alguem que faça o corte perfeito, é tao dificil...
to procurando por esse milagre aqui na minha cidade ainda...heheh

Priscila disse...

Sou brasileira hahahaha
Tenho muitoooo medo, até pq não conheço muito sobre forma de cabeça e qual tipo de corte valoriza a sua cabeça, morro de medo de fazer algo e deixar horrível. Cabelo cresce, mas o problema é sofrimento até ele crescer ~ viu, eu sou brasileira aoskoakspaçspaçsa

beatriz disse...

concordo com você, também mudei drasticamente o cabelo de acordo com a fase. Parece que quando muda a fase, a necessidade de mudar o cabelo vem junto.

flaviamarques disse...

esse negocio sobre o medo de mudar é muito complicado. eu adoro mudanças, desafios. mas quando se trata da aparência, eu travo toda.
eu não vou contar minha historia longa com o cabelo...não tenho a intenção de fazer outro post aqui...rsrs. mas recentemente, mudei o visual. como eu sempre fui uma camaleoa, mas dps de um tempo resolvi que ia aceitar a cor loira dos meus fios, precisava de mudanças. então fui cortando aos poucos...estava com os cabelos a um palmo e meio abaixo dos ombros...cortei acima dos ombros. agora cortei na altura do queixo. ainda estou tentando me acostumar, encontrar jeitos de arrumar...mas está difícil. talvez tenha sido o corte, que não foi ideal pro rosto e cabelos. talvez seja o meu medo de estar diferente da maioria, de não me sentir bonita.
mas ler o seu texto, ver suas fotos, me deixou um pouco mais tranquila. obrigada e parabens pelo blog. acompanho diariamente pelo feed e gosto demais!
beejo. sucesso!!!

Vânia Francioli disse...

É amiga...não é só vc que procura, eu tbm!!!
Uma vez achei uma infeliz que "cagou" no meu cabelo..era pra ficar igual da Giovanna Antonelli e ficou igual um joãozinho...kkkk....hoje em dia eu dou risada, mas na época eu quase chorei!!
Por isso tem que ser mesmo um bom profissional!! Boa sorte para nós!!!

Aline Furtado disse...

acho que 2010 é o melhor corte *-*

Gabriela Sayuri disse...

Nossa, é outra pessoa :D concordo que o curto fica lindíssimo em você - principalmente o 2010 :P ficou com jeito de mulherão hahaha -, mas o comprido também fica legal, o 2009 também é super descolado e jovial... ahhh, sei lá, acho que gostei de todos xD

Luany A. Fontanelli disse...

Quando eu nao to me sentindo bem comigo mesmo, primeira coisa que penso, preciso cortar meu cabelo. Mas isso foi depois que cortei ele que era na cintura pra um corte batido na nuca e bicudo na frente. Faz uns 6, 7 meses que nao corto o cabelo. Ou seja, estou bem comigo mesmo kkkk
Mas tenho que falar que é irreconhecivel voce - ANTES.
E o corte mais lindo é o de 2010. Suuuuuuper sua cara ♥

Dayane Cipriani disse...

Sempre liinda né, mas de cabelo curto ficou ótima, combina muito com você!

Carla Mariano disse...

Acho que de todos, o look de 2010 ficou sensacional, não desmerecendo os demais (e nunca tinha visto teu cabelo tão grandão como em 2008). Atualmente vc está doce, essa a "sensação" transmitida, mas não menos linda, isso nunca!


Ousar sempre, a vida é uma só e devemos sempre aproveitá-la nas mais variadas formas.


Bjs, Carla.

Amanda Picchi disse...

Depois de muitos anos e muitas dúvidas, eu consegui mostrar por fora o que eu era por dentro. [2]


Há algum tempo eu estava louca pra cortar o cabelo, mas sempre adiava a ida ao salão. Uma coisa que me fez amadurecer a ideia foi a doação de cabelo. No fim das contas, descobri que eu fico bem melhor de cabelo curto, além de ser maravilhosamente prático :D


O melhor de tudo é que eu não fui a única a ser motiva pela boa ação: http://tuttifruttirainbow.blogspot.com.br/2012/06/corrente-do-bem-nathia.html

Jéssica Viana Barone disse...

o cabelo curto deu um ar mais adulto né ^^

Jéssica Viana Barone disse...

Eu que o diga, mas nas minhas fases eu não cortava, pintava... Já tive o cabelo de tudo quanto é cor ^^

Jéssica Viana Barone disse...

Mari eu gostaria de ver outras fotos antigas suas... tenho curiosidade

Juliana Sipert disse...

Eu sempre te achei bonita, Mari, com o cabelão... Mas sem dúvida o curto te valoriza muito. Mudanças "radicais" dão um pouco de medo, ainda mais quando se quer fugir do comum, como nós. Eu fui uma que arrisquei meu cabelo cacheado e comprido quando resolvi mudar. Quando eu resolvi que iria fazer dreads MUITAS pessoas vieram e me perguntaram: Mas e se tu se arrepender? Ai eu sempre respondia a mesma coisa: Prefiro fazer e me arrepender, do que não fazer e ficar morrendo de vontade. Pode parecer pouca coisa de inicio, só mudar o cabelo, mas mudar o cabelo mudou toda a minha vida, aprendi a arriscar em muitas areas, não só na aparência, perdi o medo. Acredito que contigo foi a mesma coisa, tu mudou o cabelo e mudou toda depois, pra melhor! Sempre linda. :)

Jéssica V. Q. disse...

É sempre bom saber que mais pessoas pensam assim como eu. Mas Vânia,você não teve mais saudades de ter cabelo comprido não? Porque eu confesso,que as vezes me bate uma saudadee :X Mas é coisa repentina,rápida,claro, porque tô realmente contente com o meu novo corte/cabelo e se depender de mim não vou troca-lo tão cedo,a menos que optasse por uma peruca,coisa que duvido muito. Kkk
Vlw pela resposta e apoio <33

priscila vasco disse...

nossaaaaaa...que diferença..agora me inspirei a cortar o meu de vez
xD

thais disse...

Nossa ficou muito lindo seu cabelo!!vou perder o medo e cortar o meu ^^

Postar um comentário